Curtas de Teatro Fora de Portas

Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedinmail

49949604_2288868541344157_1620678017627979776_o

Curtas de Teatro Fora de Portas
Contos de Bordel na Madeira
24 de Março Casa do Povo da Camacha
18h00/18h30/19h00/21h00/21h30/22h00

A convite da organização do Festival AMO-TEatro 2019 As Curtas de Teatro Fora de Portas apresentarão os CONTOS DE BORDEL na X Edição da Amostra de Teatro da Madeira no dia 24 de Março de 2019 na Casa do Povo da Camacha.

Três personagens. Três homens com vivências singulares que se cruzam no enredo de um espaço em comum, o bordel, em tempos diferenciados da história, das suas histórias, das suas vidas e afinidades que se revelam no desvendar de cada uma…
Um percurso por 3 microespetáculos que vivem por si só ou em conjunto, independentemente do caminho que o espectador opte por seguir…

MICROESPECTÁCULOS EM CARTAZ

A CANDELÁRIA
interpretação João Ascenso
[Palco do Auditório]
Numa cerimónia selecta, Miguel, um homem comum, confidencia vários aspectos da sua vida. Num Portugal mais cinzento, Miguel cresceu para agradar, esperando sempre que, um gesto, uma respiração, lhe trouxessem um conforto que nunca sentiu. Apagado e amargurado, Miguel esconde em si um fulgor antigo, vivido noutra pele, num outro tempo. Foi outro para ser alguém e perdeu-se no caminho entre uma coisa e nada.

HONORATO, O CRIADO MUDO
interpretação Ruy Malheiro
[Camaratas]
Um fiel empregado, desabafa sozinho e revela as dores de quem está ao serviço de uma patroa exigente e implacável. Num tempo que não é o de hoje, Honorato cumpre e obedece, cegamente, às ordens de Odette, a dona de um bordel. A relação de um com o outro, o amor em diferentes frequências que faz com ele, o servo honrado, vá desistindo de existir para que nada falte à mulher que ama.

O SENHOR ESPOSO
interpretação Paulo Morgado
[Salão Nobre]
Um casamento, uma carreira e um nome fazem de Henrique um senhor. “O homem e o seu castelo”. A tradição, a elegância dos bons costumes e a fortuna proporcionam-lhe uma vida perfeita.
Mas a vida não é apenas um retrato de família, numa moldura bonita, para exibir aos outros. Existem muitas verdades escondidas que não se devem mostrar.
Henrique vai adiando o futuro, recortando memórias que coleciona num álbum. A luta, diária, entre o presente e o passado num “castelo” feito de cartas onde o que sobra do homem é cada vez mais pouco.

DINÂMICA DAS APRESENTAÇÕES
Realizar-se-ão 6 apresentações de cada microespetáculo, num total de 18 apresentações, distribuídas por blocos horários, 9 a partir das 18h00 e 9 a partir das 21h00.
As apresentações decorrem em simultâneo para grupos pré-organizados de espectadores num número máximo de 30 espectadores por grupo.

HORÁRIOS DAS SESSÕES
18H00 | 18H30 | 19H00 | 21H00 | 21H30 | 22H00

autoria JOÃO ASCENSO | direção artística PAULO MORGADO e RUY MALHEIRO | design gráfico LUÍS COVAS DESIGN | produção RUY MALHEIRO | classificação etária M/12

apoio Fundação GDA
+ info. https://www.facebook.com/events/2201036336623544/

Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedinmail

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *