Espectacular reencontro dos Silence 4 no Funchal

Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedinmail

Screen Shot 2014-03-24 at 3.58.05 PM

Foi no passado Sábado, 22 de Março, que os Silence 4 se reuniram na Praça do Mar no Funchal para o segundo Concerto, de uma série de quatro, que inclui o Continente (Guimarães e Lisboa) Madeira e Açores.

A série de Concertos intitulados Songbook 2014 só foi possível após a recuperação de uma Leucemia de Sofia Lisboa. Tudo se desenrolou a partir de um pacto feito entre Sofia Lisboa e David Fonseca de se juntarem e reviverem as músicas que os uniram no passado, caso conseguisse vencer esta batalha pela vida, o que felizmente aconteceu. O primeiro concerto que acabou por dar o empurrão para os seguintes, teve lugar no Instituto Português de Oncologia, em Lisboa. O objectivo é também ajudar a Liga Portuguesa Contra o Cancro, sendo que por cada bilhete vendido, €1 reverte a favor da Liga Portuguesa Contra o Cancro e lembrar que ajudar é fácil, basta doar sangue, que é gratuito e que pode salvar vidas.

O recinto foi enchendo aos poucos após a abertura das portas às 20h30, sendo que no início do Concerto já era notável a moldura humana que iria vibrar ao som das músicas desta banda portuguesa que insistia em cantar em Inglês e que por essa razão levou muitas recusas das editoras. A multidão que esteve presente só provou que não são as editoras que têm o poder de decidir que músicas os Portugueses querem ouvir e em que idioma, são eles próprios que decidem apoiando as bandas e enchendo concertos como se viu no passado sábado.

Do cenário do Concerto dos Silence 4 faziam parte diversas cadeiras penduradas, estando o palco localizado a meio da Praça e virado para o anfiteatro do Funchal, com S. Gonçalo ao fundo, os elogios à paisagem que a banda tinha desde o palco foram muitos.

A meio concerto foi montado um pequeno palco mesmo ao pé do público, com o objectivo de recriar o ambiente vivido pelos membros da banda no seu início, naquela sala de ensaios sem as mínimas condições acústicas e húmida, onde acenderam velas para criar um ambiente intimista e inspirador. Pediram aos presentes para ligarem as luzes dos telemóveis e o que se viu depois foi um mar de luzes e muita emoção naquele momento. Foi ainda neste espaço que houve uma comunicação muito interessante, e inesperada para os presentes, com o Patrulhão Viana do Castelo, que se encontra ancorado mesmo ao lado da Praça do Mar. A pedido do David Fonseca, o patrulhão buzinou e a multidão aplaudiu em euforia.

No final foram cerca de duas horas de um concerto fantástico e energético, mostrando as grandes capacidades de actuação dos membros da banda. Quem lá esteve saiu satisfeito e fez parte da história desta que será uma banda que ficará no coração dos Portugueses.

Para acompanhar todas as novidades relativas a eventos, fique atento à página do Acontece Madeira no Facebook e ao site do Acontece Madeira.

Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedinmail

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *